O criador do “Déficit de Atenção” confessa que criou o ‘distúrbio’ para vender pílulas

O-criador-do-Deficit-de-Atencao-confessa-que-criou-o-disturbio-para-vender-pilulas

Leon Eisenberg, o famoso psiquiatra americano que descobriu o chamado transtorno de hiperatividade do déficit de atenção de desordem (ADHD), disse sete meses antes de sua morte em 2009 que o ‘distúrbio’ é “uma doença pseudo ficcional”, de acordo com o semanário alemão Der Spiegel, que recolheu esta sentença.
Desde dos anos 30 a medicina tenta explicar esta desordem. Naquela época, os médicos diagnosticaram a síndrome de crianças nervosas postencephelatic, mas não tinha encefalite.
Eisenberg, na década de 60, retomou a investigação sobre esta doença. Sua maior conquista foi conseguir a ideia de que o TDAH tem causas genéticas espalhadas.
Em fevereiro de 2009, confessou que os psiquiatras devem procurar razões psicossociais que levam a determinados comportamentos, muito mais do que “receitar uma pílula para o TDAH” do processo, disse Eisenberg.
Dezpierta Nota: Enquanto isso, milhões de crianças em todo o mundo sofrem as conseqüências de serem medicadas contra uma doença que não tinha sido domesticada e sofrem a morte natural de toda sua “energia” para acabar sendo um mais sequelado de boas notas.
É extremamente triste o que foi jogado para a saúde de milhões de crianças, mas isso é o que acontece confiar na honestidade dos sistemas humanos.
Psiquiatria, Medicina e qualquer ciência serve os interesses daqueles que financiam, somente!
Espero que possamos aprender com isso para não sofrer as conseqüências.
Uma alimentação saudável, se possível com o mínimo de carne, exercício, pensamento positivo, mais contato com a natureza, escapar a desnaturação completa e alguns momentos de espiritualidade, são a melhor receita para nenhuma necessidade de ir ao médico.

Via

,
One comment on “O criador do “Déficit de Atenção” confessa que criou o ‘distúrbio’ para vender pílulas
  1. Pingback: Aquaponia - O que é, como funciona e como fazer?

Deixe uma resposta