Satyagraha – Protesto não violento de luta Anti-Imperialista de Mahatma Gandhi

“O estado representa a violência de forma
concentrada e organizada. O indivíduo tem
uma alma, mas, o estado, sendo uma maquina
sem alma, não poderá jamais renunciar a
violência a qual se deve a sua existência”.
– Gandhi

 

Satyagraha - Protesto não violento de luta Anti-Imperialista de Mahatma Gandhi

Satyagraha – Protesto não violento de luta Anti-Imperialista de Mahatma Gandhi

 

O Satyagraha é conhecido como filosofia de protesto não violento/Anarcopacifismo ou Anarquismo Pacifista de luta anti-imperialista, ou resistência passiva. Elaborado por Mahatma Gandhi, o Satyagraha foi introduzido na África do Sul (1906) e, a partir de 1917, desenvolveu na Índia no período que antecedeu a independência da Grã-Bretanha, também utilizado na União da África do Sul na luta contra a discriminação racial sofrida pelos índios no país.

Satyagraha Protesto pacifico

O Satyagraha procura conquistar através da submissão, trata-se de recusar e submeter-se ou cooperar com qualquer coisa entendida ou subentendida como errada, mas respeitando o princípio da não-violência, a fim de manter a tranquilidade de espírito necessária para a percepção e compreensão.

Satyagraha

O Satyagraha recebeu ampla aplicação no movimento de libertação nacional dos povos indígenas contra os colonizadores britânicos entre 1918 e 1947.

Leia tbm: Carta que Gandhi enviou a Hitler

Satyagraha Protesto AnarcoPacifista

Ele incluía medidas como comícios, manifestações, paralisações, boicote de instituições britânicas e da administração colonial, e, como uma medida extrema, a recusa de pagar impostos.

Satyagraha  Protesto não violento de luta

2 comments on “Satyagraha – Protesto não violento de luta Anti-Imperialista de Mahatma Gandhi
  1. Pingback: Frases Anarquistas

  2. Pingback: Carta que Gandhi enviou a Hitler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *