Porque Arte Visionaria é Importante?




Arte Visionária Alex Grey

Arte Visionária Alex Grey




“O artista não é uma pessoa com livre arbítrio, que busca o seu próprio beneficio, mas aquele que permite que a arte realize o seu propósito através dele. Como ser humano, ele tem humores, vontade, e objetivos pessoais, mas como artista, ele é “humano” em um sentido elevado: Ele é um “humano coletivo”, um veiculo e um moldador da vida psíquica inconsciente da raça humana.”
– Carl G. Jung

Segundo en:Laurence Caruana, escritor do Primeiro Manifesto da Arte Visionária:

“Onde os Surrealistas tentaram, através do estado onírico, se elevar as mais altas realidades (e contra o uso de narcóticos) os artistas visionários usam tudo a sua disposição – mesmo com grande risco pessoal – acessar diferentes estados de consciência e expor as visões resultantes. Os artistas visionários buscam mostrar o que repousa além das fronteiras de nossa percepção. Através dos sonhos, transes ou outros estados alternativos, o artista busca ver o invisível (ou o mundo dos espíritos) – atingindo um estado visionário que transcende nosso modo ordinário de percepção. A tarefa que o espera, consequentemente, é comunicar suas visões de forma reconhecível como na visão do dia-a-dia.” (CARUANA 2013, 01)

Porque Arte Visionaria É Importante?

1. As experiências místicas visionárias são o contato mais direto da humanidade com Deus e são a fonte criativa de toda a arte sagrada e tradições de sabedoria. A melhor tecnologia atualmente existente para a partilha dos reinos imaginários místicos é uma representação artística bem trabalhada por uma testemunha ocular.

2. Artistas visionários místicos destilam os mundos multidimensionais, as jornadas entéogenas em teofanias cristalizadas externamente, ícones embutidos com visões evolutivas do mundo. Já que artistas visionários pintam os reinos transcendentais a partir da observação própria, seu trabalho oferece um crescente corpo de evidências que substanciam os reinos divinos imaginários e por extensão, o próprio Espírito.

3. O estado místico descrito por artistas visionários inclui imagens de unidade, unidade cósmica, transcendência do espaço e do tempo convencional, um senso do sagrado em que se depararam com a realidade última, afeto positivo, cores vivas e luminosidade, a linguagem simbólica e analise de padrões, seres imaginários e percepção holográfica da geometria da existência.

4. Para os peregrinos das dimensões sagradas interiores, arte visionária fornece a validação de suas próprias visões, e comprova a natureza universal dos reinos imaginários. Refletindo a riqueza luminosa de mundos espirituais mais elevados, arte visionária ativa nosso corpo de luz, capacita nossa alma criativa e mexe nosso mais profundo potencial de ação positiva, transformadora do mundo.

5. A Visão de mundo materialista da humanidade deve transitar para uma visão sagrada da Unidade com o meio ambiente e cosmos ou o risco de autodestruição devido ao abuso continuado da teia da vida. Obras podem chamar-nos a imaginar a nossa maior unidade como a humanidade evolui em direção a uma civilização planetária sustentável.

6. A Arte Visionária Mística é um produto da experiência religiosa direta. A palavra religião vem do grego que significa “para amarrar de volta”. A experiência religiosa primária é uma conexão pessoal com a Fonte que “nos liga de volta” à nossa própria divindade.

Veja Mais de 250 imagens de Alex Grey

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *