O que é Bitcoin?

Bitcoin é uma moeda digital baseada em criptografia criada em 2009 pelo programador Satoshi Nakamoto.

O-que-e-Bitcoin

O nome também se refere ao programa código aberto que ele projetou para o uso da moeda e a respectiva rede peer-to-peer que é formada. Diferente da maioria das moedas, a bitcoin não depende da confiança em nenhum emissor centralizado, como um servidor de um grande banco por exemplo.
O bitcoin usa um banco de dados distribuídos espalhados pelos nós da rede peer-to-peer para registrar as transações, e usa criptografia para prover funções básicas de segurança, como certificar que bitcoins só podem ser gastas pelo dono, e evitar gastos duplos.
O projeto de Bitcoin permite propriedade e transferências anônimas de valores. Bitcoins podem ser salvas em computadores na forma de um arquivo carteira, ou em serviços de carteira provido por terceiros; e em ambos os casos bitcoins podem ser enviadas pela Internet para qualquer pessoa que tenha um endereço de Bitcoin.
A topologia P2P da rede Bitcoin, e a ausência de uma entidade administradora central torna inviável que qualquer autoridade, governamental ou não, manipule o valor de bitcoins ou induza inflação “imprimindo” mais notas, no entanto, grandes movimentos de procura podem fazer com que o seu valor aumente no mercado de câmbio.

Sites para compras de bitcoins:
Endereços

Qualquer participante da rede Bitcoin tem uma carteira contendo um número arbitrário de pares de chave pública/privada. As chaves públicas, ou endereços bitcoin, servem como identificação do remetente e destinatário para os pagamentos. As respectivas chaves privadas são usadas para autorizar pagamentos, exclusivamente pelo dono atual. Endereços não contém nenhuma informação sobre seus proprietários, geralmente sendo anônimos 40 . Endereços em sua forma legível para humanos são sequências aleatórias de dígitos e letras maiúsculas e minúsculas, por volta de 33 caracteres de comprimento, como por exemplo este abaixo: 17kSiDhhtbExJZmJW6EYYLyaprcnXnw22u.
Bitcoin_screenshot_windows7
Usuários de bitcoins podem ser donos de vários endereços, e para dizer a verdade, podem gerar novos endereços ilimitadamente, já que gerar um novo endereço é relativamente instantâneo, simplesmente o equivalente a gerar um par de chaves pública/privada, e não necessita nenhum contato com qualquer nó da rede. A criação de endereços para um único uso ou objetivo pode ajudar com a proteção da privacidade, uma vez que o usuário normalmente não precisará expor seus outros endereços para poder proceder com a transação.
Transações
Bitcoins contem a chave pública (endereço) do dono atual. Quando o usuário A transfere bitcoins para o usuário B, A cede propriedade ao adicionar a chave pública de B nas moedas e assinando as moedas digitalmente com sua própria chave privada 41 A então comunica essa transação a outros nós na rede P2P. O resto dos nós da rede validam as assinaturas criptográficas e as quantias envolvidas antes de aceitar a transação.
Além de facilitar a compra de produtos e serviços na internet, hoje já existem mais de 5 mil lojas nos EUA, em Berlim já há um bairro todo em que boa parte da economia gira em bitcoins. Calcula-se que já chega a US$ 1,3 bilhão o movimento no mercado de bitcoins. Sites como Amazon (na parte de terceirização de lojas), Reddit, WordPress, OKCupid e Wikileaks estão nesta categoria. Confira alguns lugares ao redor do mundo onde se utilizam bitcoins.

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto!
,
3 comments to “O que é Bitcoin?”
  1. Gostaria de informar que não se pode confiar na maioria das técnologias de hoje em dia (infelizmente).O bitcoin pode ser, a curto prazo, uma forma que câmbio sem a supervisão do estado, PORÉM, a longo prazo, ele significa o TOTAL controle do governo mundial sobre qualquer tipo de câmbio, pois a idéia é que no futuro todo tipo de dinheiro seja virtual (e para isso precisamos de uma moeda global, com um protocolo de troca).

  2. Pingback: [Dogecoin] Moeda nascida de um meme, é a nova sensação da internet

  3. Pingback: Ransomware Bad Rabbit - O vírus já atacou a Rússia, Ucrânia e Alemanha | Blog Henrique Guimarães

Deixe uma resposta