Assinem Petição contra a “Estrela da Morte” empresarial – Acordo de Parceria Transpacífica

Caros amigos,

Temos apenas quatro dias para impedir que as empresas globais tomem o poder secretamente e ataquem desde a Internet livre a medidas de proteção ambiental. Esse a
cordo está sendo negociado neste exato momento por burocratas e tem o apoio dos lobistas das grandes empresas. Clique abaixo para invadir o encontro secreto dessas empresas privadas com nosso chamado global para dar um fim ao acordo TPP:

Acordo de Parceria Transpacífica
Acordo de Parceria Transpacífica

Vazaram informações sobre um acordo secreto de algumas empresas para dominar o mundo de forma nunca antes vista! O acordo ameaça tudo que nos é importante: desde a Internet livre a regulamentações ambientais, passando pelo direito à saúde, e temos apenas 3 dias para impedí-lo.

As grandes empresas têm um novo plano para encher seus bolsos: um acordo global apoiado em um tribunal internacional para colocar esse acordo em prática, mantido em segredo por anos (até mesmo de nossos legisladores!) e logo cairá como uma Estrela da Morte sobre nossas democracias. A indústria do Tabaco, do Petróleo, a Farmacéutica, o Walmart e quase 600 lobistas representando as empresas privadas estão se debruçando sobre o rascunho do acordo — incluindo limites para as leis de fumo e tabaco, medicamentos baratos e liberdade de expressão na Internet.

A última rodada de negociações termina em apenas 3 dias — mas protestos em cada um dos nossos países pode abalar a confiança dos negociadores e afundar as negociações para sempre. Vamos nos unir em um milhão de vozes contra o domínio do mundo pelas empresas. Assine abaixo e encaminhe para todos. A Avaaz vai projetar nosso contador de assinaturas nas paredes da conferência pra que os negociadores vejam a oposição que existe a este plano em tempo real:

http://www.avaaz.org/po/stop_the_corporate_death_star/?bnqMUcb&v=17891

O acordo, chamado de Trans-Pacific Parnership (Parceria Transpacífica), foi escrito para proteger os investidores de qualquer regulação governamental, mesmo que essa regulação tenha por objetivo a defesa do interesse público. Versões do texto do acordo que vazaram sugerem que o TPP colocaria em risco as proteções para a segurança do ar e das águas, re-apresentaria medidas vindas dos EUA de ataque à liberdade da Internet, além de esmagar os esforços para a produção de medicamentos a preços justos. Pior ainda, os legisladores que não se adequarem às regras do TPP enfrentariam sanções em um tribunal internacional — um espaço onde as empresas poderão nos processar por acordos que governos passados assinaram secretamente!

Os negociadores dizem que o TPP é apenas um acordo de comércio, criado para facilitar o investimento e gerar lucros para todos. Mas os rascunhos que vazaram impõem tantos limites às proteções dos cidadãos, que é claro que esse acordo “de comércio” tem um viés: colocar os lucros empresariais acima das necessidades das pessoas. Isso não é uma surpresa, já que o texto do acordo foi rascunhado em segredo com a participação de quase 600 lobistas representando empresas privadas.

Mas há uma esperança: a Austrália está resistindo contra o sistema de um tribunal internacional, e a Nova Zelândia está protestando a favor das medidas que garantem preços acessíveis para remédios. Uma oposição popular gigantesca, que questione a capacidade de cada país de aprovar o TPP em seus contextos nacionais, pode fazer descarrilhar as negociações de uma vez por todas. Assine a petição agora e encaminhe para todos — os representantes de países e lobistas estão observando a onda de oposição crescendo em tempo real:

http://www.avaaz.org/po/stop_the_corporate_death_star/?bnqMUcb&v=17891

A candidata a senadora dos EUA, Elizabeth Warren, disse em um recente discurso: “Empresas não são pessoas. Pessoas têm coração, filhos, empregos, elas adoecem, choram, dançam. Pessoas vivem, amam e morrem. E isso importa, pois não governamos esse país para as empresas, mas sim para as pessoas.” Vamos alcançar um milhão de vozes e impedir a dominação das empresas sobre nossos governos.

Com esperança,

Iain, Pedro, Laura, Ari, Emma, Lisa, Luca, Ricken e toda a equipe da Avaaz

PS – Avaaz lançou o Petições da Comunidade, uma plataforma impressionante na qual é possível criar uma campanha sobre qualquer assunto que lhe seja importante. Comece sua própria campanha clicando aqui: http://www.avaaz.org/po/petition/start_a_petition/?do.ps.tpp

MAIS INFORMAÇÕES

Estadão: “Parceria Transpacífica prevê que países signatários façam seus provedores de internet monitorar os usuários”
http://blogs.estadao.com.br/link/tag/tpp/

The Nation: “NAFTA sob o efeito de esteróides” (em inglês)
http://www.thenation.com/article/168627/nafta-steroids

The Guardian: “O acordo de comércio do Pacífico que é tudo menos livre” (em inglês)
http://www.guardian.co.uk/commentisfree/2012/aug/27/pacific-free-trade-deal

Huffington Post: “Vazamento de informações abre o escandâlo da Parceria Transpacífica” (em inglês)
http://www.huffingtonpost.com/ian-fletcher/leak-cracks-open-transpac_b_1594675.html

Reuters: “Legisladores pressionam por negociações mais abertas no acordo de comércio Transpacífico” (em inglês)
http://www.reuters.com/article/2012/06/27/us-usa-congress-trade-idUSBRE85Q1MK20120627

TechDirt: “Hollywood Faz a Festa com Negociadores do TPP; Grupos de Interesse Público Colocados pra Fora” (em inglês)
http://www.techdirt.com/articles/20120131/23161417605/hollywood-gets-to-party-with-tpp-negotiators-public-interest-groups-get-thrown-out-hotel.shtml

Electronic Frontier Foundation: “Contexto e análise da Parceria Transpacífica” (em inglês)
https://www.eff.org/issues/tpp


Fonte: https://www.facebook.com/AnonymousBr4sil

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *