A Televisão

560515_385222624940792_970671692_n

Televisão, que significa “visão distante”. Seu funcionamento esta baseado a partir da análise e conversão da luz e do som em ondas eletromagnéticas. O uso da televisão aumentou depois da Segunda Guerra Mundial, devido aos avanços tecnológicos surgidos com as “necessidades da guerra” e a renda adicional disponível (televisores na década de 1930 custavam o equivalente a sete mil dólares em 2001 e havia pouca programação disponível).

O iconoscópio é um dispositivo opto-eletrônico: a imagem em preto-branco é focalizada por um sistema óptico sobre uma placa de mica onde uma das faces tem-se um mosaico de partículas fotossensíveis, que por ação fotoelétrica emitem elétrons. Na outra extremidade um canhão de elétrons projeta um feixe de elétrons sobre o mosaico.



282078_301754369931585_1635759975_n

A televisão tem um funcionamento semelhante a “educação”. Pelo mesmo motivo recebeu críticas de Freud, no quesito cinema, em sua explicação ao sentimento involuntário, que não formaria um consciente responsável por sua crítica. “A cargo da interpretação fica pois o trabalho de reconstruir a coerência que a elaboração onírica destruiu”.

“A televisão é a maior maravilha da ciência a serviço da imbecilidade humana.” 
―Barão de Itararé

O inventor, Vladimir Zwanykin, engenheiro russo-americano foi o pioneiro na tecnologia da televisão. Segundo a explicação dele o iconoscópio é uma reprodução eletrônica do olho humano.

972165_375513199245068_1128757453_n

A partir do reconhecimento da neuropsicologia de como o olho era de fato a janela do cérebro, as teorias de que o aparelhos que transmitiam ondas eletromagnéticas eram controladores, ganham mais amplitude.
Na Segunda Guerra Mundial, a televisão foi utilizada em experimentos passivos e ativos. A criação da publicidade então ganhou um aval para funcionar em todos as possibilidades, pois estava comprovado que “o que consome informação, pode ser programado”.

Com a invenção do televisor, as pessoas inverteram valores naturalmente (programadamente) sobre “receber e procurar”. O que os alimenta, é reproduzido e defendido instintivamente. O consumismo cresceu (leia sobre a OMS) e a busca pela informação em todos as suas possibilidades entra num paralelo muito menor, já que as pessoas “as recebem”. (Isto é chamado de alienação).

1230080_235543696597196_375928277_n

“Na infância você chora, te colocam em frente da TV, trocando as suas raízes por um modo artificial de se viver. Ninguém questiona mais nada, os homens do “poder” agora contam sua piada, onde só eles acham graça, abandonando o povo na desgraça. Vidrados na TV, perdendo tempo em vão… Ditadura da televisão, ditando as regras, contaminando a nação!” (Ponto de Equilíbrio).

1185431_382872631842458_1542780974_n



“A humanidade está presa no ciclo do medo, da apatia e do ódio. Esses instintos humanos guiam sistemas políticos hierárquicos e burocracias que frequentemente limitam o desejo básico do ser humano de busca da felicidade. Uma sociedade cuja base é o medo, a apatia e o ódio cria um sistema que fundamentalmente afeta a felicidade do indivíduo. Ela reprime o desenvolvimento individual e mantém um padrão comportamental cíclico de superioridade e inferioridade e uma sociedade de classes baseada em ideais falsos.” (Mark Zimmerman)

Agora vá lá, e assista sua programação… Que programa você…

Fonte: AdS

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *