A revolta em Baltimore

a-revolta-em-baltimore

Existe uma outra forma de olhar para a revolta em Baltimore, todo nosso apoio e solidariedade ao povo de Baltimore. Enquanto a morte de Freddie Gray é o que provocou os protestos, não se trata apenas sobre a morte de uma pessoa. Freddie Gray foi preso a 12 de abril no bairro de Sandtown, um dos bairros mais pobres e esquecidos, dias depois, num hospital, estava em coma. O relatório preliminar da autópsia indica que a morte se deveu a uma lesão na coluna.

Ao longo dos últimos vinte anos, os centros populacionais urbanos têm sido objeto de uma onda maciça de gentrificação. Acompanhando tal gentrificação, ocorreu o fechamento de escolas e serviços públicos, e a expansão do complexo industrial da prisão. Cidades como Nova York, Jersey, Washington DC, São Francisco, Los Angeles e Miami perderam um tremendo senso de comunidade em nome da reabitação corporativa e financeira. Comunidades inteiras foram deslocadas, e muitos dos marginalizados foram mortos ou jogados na prisão como resultado de interesses elitistas, fechando os centros populacionais de classe baixa, por conta do medo de migração afro e latino-americana.

Bem como é agora – a onda de gentrificação está atingindo lugares como Clevealand, Detroit, Filadélfia, Chicago e Baltimore. Todas as cidades que já foram abandonadas e deixadas de fora da onda de austeridade e gentrificação agora estão na mira da decadência urbana.

Como resultado da opressão extrema, repressão, e agora deslocamento de povos marginalizados, é claro que a revolta em Baltimore estava para acontecer. A “surpresa” por parte da mídia é irracional ou leviana. Achar que tal nível de gentrificação não geraria uma resposta é estupidez.

Qualquer um que saiba o sentido de uma causa e seu efeito, do dar e receber, e empurrar pra de baixo dos panos, deve saber que era apenas uma questão de tempo até a revolta explodir!

QUEM PLANTA FÚRIA, COLHE ÓDIO!

Por: Pella Libertas

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *